Qual é a influência do porte e da raça nos anos de vida dos cães?

Por: Notícias Pet

A longevidade canina é influenciada por vários fatores como raça, porte e os cuidados proporcionados pelos seus tutores. 

Entender essas variáveis é o primeiro passo para ajudar nosso amigo de quatro patas a ter uma vida mais longa e plena.

Qual é a influência do porte e da raça na longevidade dos cães?

Segundo pesquisas recentes, como a realizada pela American Animal Hospital Association (AAHA), cães de pequeno porte tendem a viver mais do que os grandes. 

Esse fenômeno é atribuído ao metabolismo dos filhotes: cães que crescem para serem de grande porte necessitam de mais energia para se desenvolver. 

Enquanto pequenos podem viver até 18 anos, cães grandes muitas vezes não passam dos 12 anos.

Além do porte, a raça também desempenha um papel importante. Chihuahuas e Yorkshire Terriers, por exemplo, são conhecidos por sua longevidade, frequentemente superando os 16 anos. 

Em contraste, raças maiores como Mastins Napolitanos e Rottweilers geralmente têm uma expectativa de vida mais curta, em torno de 10 anos. 

Cães sem raça definida, ou vira-latas, tendem a viver mais que cães de raça pura, devido à maior diversidade genética que possuem, que os torna geralmente mais resistentes às doenças.

saiba mais

Quais são os sinais de que meu cão está envelhecendo?

Reconhecer os sinais de envelhecimento em cães é vital para proporcionar o cuidado adequado durante essa fase da vida. Alguns dos sintomas mais comuns incluem:

Diminuição da visão e audição; Confusão ou desorientação; Aumento do tempo de sono; Perda de apetite; Problemas de mobilidade, como artrite; Agressividade ou irritabilidade

Estes sinais podem indicar que é hora de ajustar a rotina do seu cão, incluindo dieta, exercícios e visitas ao veterinário.

Como posso ajudar meu cão a viver mais e melhor?

Priorizar uma alimentação de qualidade é crucial. Opte por rações balanceadas, específicas para a idade e condição de saúde do seu cão, e evite alimentos ricos em gorduras ou açúcares. 

Além disso, visitas veterinárias regulares são indispensáveis para manter seu cão saudável. Com vacinas em dia e check-ups periódicos, é possível detectar e tratar problemas de saúde antes que se agravem.

Ao seguir estas orientações, você maximiza as chances do seu amigo peludo desfrutar de uma vida longa, cheia de saúde e felicidade. 

Não deixe de visitar nosso site para mais dicas sobre como cuidar melhor do seu cão!

mais sobre cães