Olhos do seu cachorro coçando? Isso pode ser sinal de doença ocular!

Por: Notícias Pet

Os problemas de visão nos cães podem variar de leves irritações a condições severas que poderiam levar à cegueira se não tratadas adequadamente. 

Por isso, é essencial ter um conhecimento amplo sobre o que pode afetar a saúde ocular dos cães e como prevenir e cuidar dessas condições.

Apesar de a visão não ser o sentido mais desenvolvido nos cães, uma vez que seu olfato e audição são mais aguçados, problemas oculares podem causar um grande desconforto e limitações.

Perceber os primeiros sinais dessas condições e buscar auxílio profissional prontamente são passos fundamentais para evitar o agravamento de doenças oculares.

Quais sinais indicam problemas de visão em cães?

Sintomas como opacificação dos olhos, vermelhidão, piscadelas frequentes, secreção ocular excessiva e sinais de incômodo como esfregar os olhos são indicativos de que algo não vai bem. 

Além disso, alterações no comportamento como hesitação ao caminhar em locais conhecidos também podem ser uma pista de que a visão do animal está comprometida.

Prevenção de doenças oculares nos cães

Levar seu cachorro para consultas regulares com um veterinário especializado em oftalmologia pode detectar precocemente quaisquer anormalidades, facilitando o tratamento e aumentando suas chances de sucesso. 

As consultas periódicas ajudam na manutenção da saúde geral dos animais e são essenciais para a longevidade do seu pet.

Doenças oculares comuns em cachorros

Entre as doenças oculares mais comuns em cães estão a catarata, úlcera de córnea, glaucoma, olho seco e conjuntivite. 

Cada uma dessas condições tem particularidades e tratamentos específicos que podem variar desde a aplicação de colírios até intervenções cirúrgicas. 

Conhecer essas condições e suas manifestações pode ajudar os tutores a agirem rapidamente na busca por ajuda profissional. 

Veja quais são as principais doenças oculares que podem acometer os cães.

Catarata

Geralmente relacionada à idade ou herança genética, provoca opacidade nos olhos, prejudicando a visão.

Úlcera de córnea

Feridas que aparecem na córnea, causando dor e, possivelmente, complicações mais graves se não tratadas.

saiba mais

Glaucoma

Aumento da pressão intraocular que pode causar danos irreversíveis ao nervo óptico e à visão do animal.

Olho seco

Diminuição na produção de lágrimas que pode gerar dor e danos à superfície do olho.

Conjuntivite

Inflamação que pode deixar os olhos vermelhos, lacrimejantes e com secreção.

O acompanhamento de um veterinário especializado em oftalmologia veterinária é a chave para a prevenção e tratamento eficaz dessas e outras doenças oculares nos cães.

Assim, é fundamental para todos os tutores entenderem a importância desses cuidados, sempre observando o comportamento e a saúde ocular de seus animais.

mais sobre cães