Entenda por que gatos raramente pegam carrapatos

Por: Notícias Pet

Os gatos, conhecidos por sua meticulosa higiene, surpreendem muitos tutores pela rara incidência de carrapatos em comparação aos cães. Mas, você já se perguntou por que isso acontece? 

Por que gato não pega carrapato facilmente?

Um dos principais fatores que contribuem para a imunidade relativa dos gatos aos carrapatos é o seu comportamento de limpeza. 

Os gatos passam cerca de 30 a 50% do seu tempo em atividades de limpeza, o que inclui os banhos de língua. 

Essa prática não apenas mantém seus pelos sedosos e limpos, mas também serve como um método eficaz de defesa contra parasitas, incluindo carrapatos.

saiba mais

Como a higiene pessoal do gato ajuda na prevenção contra carrapatos?

A rigorosa rotina de limpeza dos gatos permite que eles removam os carrapatos antes que estes consigam se fixar na pele para sugar o sangue. 

A língua dos gatos, dotada de papilas ásperas, é perfeitamente adaptada para limpar e até mesmo remover parasitas do pelo. 

Adicionalmente, o comportamento de limpeza mútua em gatos que vivem em grupo também contribui para essa proteção, removendo carrapatos entre eles mesmos através do comportamento afiliativo.

Que ações preventivas os tutores podem adotar?

Embora a higiene do gato desempenhe um papel crucial na prevenção de carrapatos, é fundamental que os tutores também tomem medidas preventivas. 

Isso inclui inspeções regulares da pele e pelagem do gato, especialmente se eles têm acesso ao exterior. 

Além disso, visitas periódicas ao veterinário são essenciais para manter as vacinas e tratamentos antiparasitários em dia.

Ao mínimo sinal de carrapatos, tais como excesso de lambedura ou mordedura em um local específico, queda de pelos ou irritação da pele, é recomendado realizar uma inspeção mais detalhada. 

Caso encontre um carrapato, é importante saber como removê-lo de maneira segura. Utilize luvas, limpe a área com antisséptico e, com uma pinça, retire o carrapato o mais próximo possível da pele para evitar que partes do parasita permaneçam no gato.

Verificar regularmente a pelagem do gato em busca de carrapatos, especialmente com essas práticas, é possível minimizar significativamente o risco de seu gato ser afetado por carrapatos. 

Entender o comportamento natural do gato e complementá-lo com cuidados preventivos são as chaves para manter seu felino saudável e livre de parasitas.

visite nosso site